Voltar para a lista

Bolsa de Valores: o que vem à sua cabeça quando escuta isso?

investir em ações

Provavelmente, muitas pessoas podem pensar que fazer negociações na Bolsa de Valores é algo de outro mundo, ou um bicho de sete cabeças, que está em outro patamar feito exclusivamente para grandes banqueiros ou pessoas com muitos zeros em suas contas bancárias.

Neste artigo, você vai ter uma boa notícia e irá descobrir que este pensamento está bem longe de ser verdadeiro, pois comprar ações pode ser uma tarefa bastante simples, sendo possível comprar ações online com muito pouco dinheiro.

Em somatório a isso, com as últimas variações da taxa Selic no Brasil, e o índice vinculado à Bolsa de Valores brasileira estar batendo recorde atrás de recorde, é possível afirmar que não há momento melhor para entrar de cabeça no mundo da renda variável e aprender como investir em ações em 2021.


Para ajudar você a entender um pouco mais sobre o mundo das ações, preparamos um guia passo a passo. Confira neste artigo, algumas das melhores dicas para comprar ações em uma das corretoras mais conceituadas: a PrimeFin.

  1. Como negociar na Bolsa de Valores
  2. O que é uma ação?
  3. Como comprar ações
  4. Os riscos de comprar ações
  5. Conclusão
  6. FAQs

Como negociar na Bolsa de Valores

A Bolsa de Valores tem como seu principal objetivo organizar o mercado como um todo, desta forma, garantindo que a empresa, cujo capital foi aberto aos investidores do mundo todo, receba o dinheiro pelas ações vendidas e que o investidor receba aquelas que ele comprou, tudo isso em ambiente seguro e livre de fraudes.

Vários anos atrás, as negociações aconteciam ao vivo na sede das corretoras e da Bolsa, mas isso já faz parte do passado e, agora, todas as transações passaram a ser feitas de forma inteiramente online.

Corretoras, como a PrimeFin, desempenham um importante papel nessa história toda. São elas que fazem o intermédio entre os seus clientes que desejam negociar ações e as ações propriamente ditas. Estas negociações acontecem por meio de plataformas, como o home broker da corretora, ou plataformas mais profissionais, como o MetaTrader – mas tudo de forma online.

As corretoras funcionam como instituições financeiras, mas que devem possuir autorização do Banco Central e do órgão regulador do país em que elas se estabelecem – No Brasil esse órgão é a CVM.

Além disso, uma corretora também poderá oferecer serviços extras, como:

  • Recomendações de investimentos e oportunidades de compra/venda;
  • Administração de uma carteira de investimentos;
  • Gestão de fundos e clubes de investimentos;
  • Intermédio para operações de câmbio e ouro;

Decidir qual será a corretora que fará o intermédio de suas negociações é um passo extremamente importante na sua jornada como trader ou investidor. Tenha certeza de que ela é uma empresa sólida no mercado e que também seja segura e preocupada com seus clientes. Na PrimeFin você encontra ótimas soluções para negociação de ativos, além de um suporte inteiramente dedicado aos seus clientes.

O que é uma ação?

Podemos definir uma ação de forme bem simples. Uma ação não é nada além do que “uma fatia” de uma companhia, disponível para negociações dentro da Bolsa de Valores.

Quando uma empresa decide abrir seu capital e permite que os investidores tenham acesso às informações da sua empresa, comprem e vendam da mesma, ela está também em busca de mais capital para poder investir na empresa, expandir ou fazer novas aquisições.

É de inteira responsabilidade do investidor, fazer pesquisas e escolher com segurança, e conforme o seu perfil como investidor, quais serão as empresas mais adequadas e que apresentem possibilidade de um retorno interessante, afinal nenhum investidor ou trader gosta de perder dinheiro ao comprar ações.

É importante frisar, no entanto, que negociar uma ação é uma aplicação de risco e, por causa disso, o investidor precisa estar ciente do mercado em que irá negociar. Um investidor com aversão ao risco provavelmente irá escolher ações que normalmente não flutuem tanto no seu preço, ao passo que um investidor agressivo poderá escolher ativos com maior volatilidade.

Além de conhecer sobre o mercado no qual estará entrando, é de extrema importância que o investidor estude, diversifique e conheça diferentes estratégias de operação, antes de começar a comprar ações em qualquer corretora de valores.

Quando um investidor decide que gostaria de fazer mais operações durante o dia, a semana ou o mês, dizemos que ele passar a ser um trader de ações, isto é, alguém que compra e vende ações com mais regularidade.

Dentro dessa ideia, podemos dizer que existem dois tipos mais comuns para comprar e vender ações – o swing trade e o day trade. Vejamos!

Swing trader de ações

Ao falarmos das operações de compra ou venda de qualquer tipo de ativo, seja ações ou pares de moedas, que tenham uma duração de alguns dias, de semanas, meses, podemos caracterizá-las como operações de swing trade.

De forma mais clara, um swing trader irá comprar uma ação em um dia e aguardar para vendê-la quando for mais conveniente para ele, sempre buscando maximizar seus lucros.

Esse tipo de operação é indicado para aqueles que querem investir e lucrar comprando ações, mas não possuem muito tempo para acompanhar o mercado de perto durante o pregão ou, também, para àqueles que acreditam na valorização das ações no longo prazo.

Day trader de ações

Já no day trade, o operador irá desempenhar operações de compra e venda dos ativos dentro de um mesmo dia, buscando se aproveitar e lucrar com a volatilidade que o mercado intraday oferece.

Hoje, por meio das plataformas desenvolvidas para esse tipo de operação, qualquer pessoa pode operar day trading.

Em contrapartida, é extremamente importante salientar que essas operações apresentam um alto risco e são apenas indicadas aos traders mais experientes e que já estão preparados para gerenciar seus riscos, estratégias e toda a psicologia de trading envolvida neste cenário.

Uma das grandes – se não a maior - vantagens de fazer day trading é a oportunidade de fazer operações com alavancagem, isto é, fazer operações que envolvem lotes de ações muito maiores do que o seu dinheiro em caixa permitiria comprar.

Dentro das estratégias mais utilizadas pelos day traders estão o Tape Reading e o Price Action.

Como comprar ações

Basicamente, nós temos cinco maneiras diferentes para fazer a compra desse tipo de ativo. Elas foram listas abaixo – confira:

Fundos de investimentos

Nesse modelo de investimento, de acordo com seus requisitos regulatórios, o patrimônio líquido do fundo pode ser investido em diversos ativos. Para os investidores que buscam investir em ações, a compra de um fundo de investimento em ações (FIA) sob gestão de profissionais é a forma mais objetiva.

Clubes de investimento

Funcionam de forma semelhante às opções anteriores, mas se diferenciam pelo fato de captarem recursos de pessoas físicas (como familiares e amigos) que desejam investir na Bolsa de Valores. Além disso, o clube possui restrições de cotas, sendo que pelo menos 51% dos fundos de investimento em ações devem ser aplicados.

ETFs

Como fundo de investimento, esses ativos também são divididos em cotas e ações próprias, que são negociadas em Bolsa de Valores. Seu objetivo é replicar o desempenho de determinados índices. Se for referenciado em índice de ações, pode ser utilizado como uma cesta de ações, ou seja, a carteira de investimentos do ETF é composta pelos mesmos ativos do índice de referência.

CFDs

O CFD (Contrato por Diferença) é um produto financeiro que permite investir em ações, Forex e commodities sem a necessidade de deter esses ativos. Os CFDs são muito acessíveis para a maioria dos traders e podem oferecer benefícios tanto em mercados de alta como em mercados de baixa.

Compras diretas

A compra direta envolve a sua ação diretamente no ativo escolhido, sem envolver outras pessoas gerenciando fundos ou derivativos como ETFs ou CFDs.

Comprar uma ação direta faz de você um sócio da empresa escolhida, visto que uma ação é uma parte daquela empresa, como já explicamos neste artigo.

Os riscos de comprar ações

Quando falamos em investir em renda variável devemos saber que esse tipo de investimento oferece a chance retornos maiores do que em outros tipos de investimentos, como imóveis ou renda fixa.

Entretanto, com a possibilidade de ganhos maiores, anda junto o risco de perdas de capital também, afinal a renda variável tem esse nome pois ela varia – para cima e para baixo.

Se você está buscando aprender como comprar ações online, conhecer os riscos envolvidos nas operações faz parte da busca pelos resultados esperados. Isto é, se você não conhece os riscos, ficará muito difícil entender o panorama global que envolve o trading de ações.

Com isso em mente, você poderá definir quais são os tipos de estratégias que envolvem os riscos que você está disposto a correr, seja ela um risco mais alto no day trading ou um risco um pouco menor no swing trading.

Um outro fator extremante notável também é o risco do mercado em que você fará seus trades. Negociações envolvendo pares de moedas, por exemplo, envolvem riscos muito maiores do que operações de compra e venda de ações devido à liquidez e a volatilidade do mercado.

Nesse sentido, as pessoas que investem com um objetivo de longo prazo tende a reduzir de forma significativa o seu risco, já que normalmente a tendência é de que as ações se valorizem com o passar do tempo.

Conclusão

Podemos dizer, então, que o processo envolvido na compra de ações é bastante simples. Porém, os fatores por trás disso englobam uma série de fatores mais complexos caso você decida fazer trading de ações.

A escolha de uma boa corretora também é parte essencial para o sucesso do investidor e trader de ações.

Saiba que a PrimeFin é uma excelente escolha e você pode criar uma conta acessando o site oficial em https://www.primefin.com/pt.

Perguntas Frequentes

O que é trading em ações e como funciona?

O Trader é um investidor do mercado financeiro que busca ganhar dinheiro com operações de curto ou médio prazo, aproveitando-se da volatilidade dos preços das ações no mercado. Basicamente, a pessoa que faz trading busca lucros financeiros por meio da compra e da venda de ações de empresas negociadas na Bolsa de Valores.

Para fazer trading, você precisa abrir uma conta em uma corretora, e por meio da plataforma de negociações, fazer as operações de compra ou venda de ativos.

O que é trading de CFDs?

Um CFD é um tipo de instrumento financeiro classificado como um derivativo. Ele é um contrato assinado entre duas partes, uma compradora e outra vendedora, no qual ambas as partes concordam em pagar uma diferença entre o preço de abertura do contrato e o de fechamento.

Quando você faz trading de CFDs, você não está negociando a própria ação, mas sim um contrato derivado dela.

Qual é a diferença entre trading de ações e de Forex?

O trading de Forex é um mercado de compra e venda de pares moedas, ao invés de ações de empresas.

Também conhecido como câmbio, é um meio completamente descentralizado, em que as possibilidades de lucro são ainda maiores do que no trading de ações devido a sua alta volatilidade e liquidez. Isso se dá visto que os pares de moedas de praticamente todos os países são comercializados nas corretoras.

Como começar a fazer day trading no mercado de ações?

Day trade é uma negociação, com os mesmos papéis, iniciada e encerrada no mesmo dia. Ela pode durar algumas horas ou até mesmo poucos minutos. Como são operações de curtíssimo prazo, exigem toda a atenção e muita dedicação do investidor.

Para iniciar day trading em ações, o investidor precisa estar muito confiante de suas estratégias de análise, seja ela o price action ou tape Reading, pois esse mercado é bastante arriscado e envolve a possiblidade de perdas muito grandes caso o day trader não possua boas estratégias e um bom gerenciamento de risco.

Com isso em mente, basta o investidor possuir uma conta em uma corretora e acesso às plataformas de investimentos da corretora, seja ela o home broker ou algum software profissional, como o MetaTrader.

Abra uma conta